A Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, dará posse nesta sexta (25), aos 54 novos Agentes de Inspeção Sanitária e Industrial, convocados pelo Ministério da Agricultura para reforçar as equipes da Inspeção Federal que já atuam nos estabelecimentos de abate, desossa, manipulação e estocagem de produtos e matérias-primas de orígem animal no estado de Mato Grosso do Sul. através do Edital nº 13, publicado no Diário Oficial da União no dia 04 de Julho de 2007. A cerimônia de posse dos novos agentes acontecerá no auditório da SFA/MS, a Rua Dom Aquino, 2696, centro, em Campo Grande a partir das 08:30 e será coordenada pelo Superintendente Federal Orlando Baez, pelo Diretor Técnico, Rui Saravi e pelo Diretor Administrativo da Superintendência, Hilário Boz.

Os candidatos aprovados no último concurso do MAPA em 2006, para Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal, tiveram prazo de 2 a 11 de janeiro de 2008, para escolherem a localidade de atuação. A opção pelo local de trabalho foi feita por meio eletrônico, no próprio site do Ministério da Agricultura. Após a escolha, os candidatos que estão nas listas de nomeações tem até amanhã (25), para comparecerem às unidades discriminadas e tomar a posse do cargo. Em todo o País, serão 354 vagas que estarão sendo preenchidas em estabelecimentos sob Inspeção Federal nos Estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

De acordo com a Chefe Substituta do Serviço de Inspeção de Produtos Agropecuários da SFA no Estado, Maria de Fátima Arruda Ferreira, os 54 novos Agentes de Inspeção Sanitária e Industrial, serão lotados nos matadouros frigoríficos que fazem exportação, situados nos municípios de Campo Grande, Bataguassu, Nova Andradina e Navirai. Segundo Maria de Fátima, esses profissionais estão sendo contratados para ampliar a capacidade de execução higiênico-sanitária e industrial na produção de alimentos de origem animal. Dentre as atribuições do serviço, está a garantia de qualidade desses produtos.

Polêmica

Este último concurso do Ministério da Agricultura passou por um momento de muita polêmica. As provas para portadores de deficiência tiveram de ser aplicadas separadamente, pois cerca de 30 candidatos com limitações não conseguiram acesso ao Centro de Educação de Jovens e Adultos (Cesas), local de aplicação do certame, pois não tinham os nomes na lista de inscritos. O Ministério Público Federal interferiu no caso, pedindo anulação do concurso, com a alegação de que o órgão feriu o princípio de igualdade entre os candidatos. Por fim o Ministério da Agricultura, revendo a situação decidiu reaplicar a avaliação apenas para os portadores de deficiência e ganhou a causa para ir adiante com as nomeações e as posses.

Maiores informações, através do telefone: (67) 3316-7100 Ramal 7105 no SIPAG/SFA/MS.