O trabalho, que se inicia na manhã dessa terça-feira (15), custará R$ 500 mil.

As propriedades goianas cadastradas para exportar carne para os países europeus serão vistoriadas por 120 equipes. Goiás possui 2.765 fazendas aprovadas para exportação de carne para a União Européia, que devem receber os técnicos até o próximo dia 29.

As inspeções vão ser contínuas e poderão fazer com que mais Eras (estabelecimento rural cadastrado) sejam incluídos ou mesmo excluídos da relação de unidades habilitadas a exportar carne ao mercado europeu. Os inspetores vão usar um formulário único para todos os estados – veja em www.seagro.go.gov.br. O formulário vai compor o relatório individual de cada propriedade que será remetido ao DG-Banco, em Bruxelas (Bélgica).