O estado conta com 1,7 mil propriedades inscritas no Sisbov.

Os técnicos do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) estão percorrendo fazendas de Minas Gerais desde o dia 7 de janeiro para fazer uma seleção com as melhores propriedades que atendam as exigências do mercado europeu. Minas tem o terceiro maior rebanho do País, mais de 22 milhões de animais e as exportações de carne bovina cresceram 20 % ano passado. O aval dos europeus é como um passaporte para novos mercados.

São apenas 40 veterinários percorrendo as fazendas e cada equipe consegue vistoriar até duas fazendas por dia. Eles receberam dos frigoríficos exportadores a relação dos principais fornecedores de carne para fazer um cruzamento com a lista do governo. Os sindicatos rurais em algumas regiões estão ajudando a agendar as visitas para agilizar o processo.

Os técnicos mineiros constataram que falta orientação para o pecuarista sobre como manter a documentação em dia e comprovar que a rastreabilidade está sendo feita, cumprindo todas as normas. As informações são do Agrol.