As ações da Bajaj Hindusthan, a maior produtora de açúcar da Índia, caíram 28% sob o temor de que os preços da cana-de-açúcar podem reduzir os ganhos da companhia. Foi o maior declínio dos papéis da empresa em quase 15 anos.

A expectativa é de que os preços do açúcar refinado e do demerara caiam nesta semana em Nova York, mostrou pesquisa da Bloomberg. Nessa segunda-feira (21-01), em Londres, os contratos com vencimento em março caíram US$ 6, para US$ 339 por tonelada, enquanto os papéis para maio encerraram em baixa de US$ 4,20, a US$ 347,90 por tonelada.

Em 2007, o preço do açúcar caiu 8%, seu segundo ano consecutivo de declínio. No mercado doméstico, a saca de 50 quilos encerrou negociada por R$ 25,39, uma alta de 0,83%, de acordo com o índice Cepea/Esalq.