Mato Grosso do Sul lidera o número de ocorrências de ferrugem asiática da soja no país. Foram registrados 166 focos da doença este mês no Estado. Segundo o fitopatologista da Embrapa de Dourados, Alexandre Roesd, o número de casos da doença diminuiu se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram detectados 178 casos.

Nas lavouras de Dourados já foram encontrados 29 casos da doença este ano. Em 2007 foram 21 casos em janeiro. O número não assusta Roesd, já que este aumento foi causado pelas condições climáticas. “A chuva é um dos responsáveis por este aumento. A soja está florescendo e a terra molhada favorece a infestação da doença”, diz.

Entretanto o especialista alerta o produtor a continuar passando o fungicida. “O pesticida deve ser passado em toda área afetada, caso contrário pode ocorrer 100% de perda da plantação”, alerta Alexandre Roesd. Na safra passada a ferrugem da soja causou prejuízos de 2 bilhões e 190 milhões de dólares. As informações são da Folha de Dourados.