Novo serviço visa garantir a rastreabilidade do rebanho em MT.

Cuiabá/MT – Técnicos do Ministério da Agricultura deram início ontem ao serviço de auditagem das propriedades rurais de Mato Grosso inscritas no Sisbov – Serviço de Rastreabilidade da Cadeia Produtiva de Bovinos e Bubalinos. A medida visa atender a exigência da União Européia, que requer a lista das propriedades certificadas e auditadas no Estado até o dia 31 de janeiro.

O grande número de propriedade a serem auditadas – um total de 1.791 – e a escassez de tempo para o serviço levou os pecuaristas do Estado a pedir uma extensão do prazo ao ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Reinhold Stephanes, durante reunião em Brasília na quarta-feira.

Segundo o deputado federal Homero Pereira, presidente licenciado da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso, (Famato), que participou da reunião, o encontro foi bastante positivo. O prazo do dia 31 de janeiro foi mantido, e todas as propriedades auditadas e certificadas até essa data serão incluídas na lista.

O ministro garantiu, porém, que a auditagem terá continuidade após essa data e que solicitará à União Européia a inclusão das demais propriedades à medida que forem certificadas. No caso de recusa da União Européia, a lista de Mato Grosso não será entregue, mas os representantes do setor acreditam que haverá uma flexibilização do prazo.

“A União Européia precisa da carne de Mato Grosso, pois não tem como atender à demanda. Mato Grosso tem o maior rebanho do país, registrando 12 anos sem aftosa e nossos frigoríficos são os maiores exportadores, respondendo por 30% das exportações brasileiras”, destaca Homero Pereira.

A auditagem deveria ser realizada pelo Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), mas a falta de recursos para realizar o serviço direcionou a tarefa para os técnicos do Mapa, que colocou em campo 15 equipes. Funcionários do Indea, no entanto, já estão recebendo treinamento e, assim que os recursos forem disponibilizados, também estarão atuando para que todas as propriedades possam ser auditadas no menor tempo possível.