O frigorífico JBS Friboi pretende ter faturamento de R$ 25,5 bilhões em 2008. O plano de investimentos da companhia prevê aportes da ordem de R$ 600 milhões no período. De acordo com as previsões da empresa para este ano, a unidade de negócios no Brasil deverá faturar R$ 5,7 bilhões e a da Argentina, R$ 1,3 bilhão. Na Austrália, o faturamento deverá ser de R$ 3,5 bilhões.

Cada uma destas unidades têm investimentos previstos de R$ 300 milhões, R$ 200 milhões e R$ 20 milhões, respectivamente. A maior parte do faturamento da empresa deverá vir dos Estados Unidos, com previsão de R$ 15 bilhões e capex de 80 milhões.

A JBS Friboi espera um reflexo adicional nas margens de US$ 177,840 milhões no resultado total da companhia em 2008. A divisão de carnes in natura da empresa no Brasil deverá exportar US$ 72 milhões para a União Européia, um reflexo adicional nas margens de 15% e de US$ 10, 8 milhões no resultado. Já a exportação para “outros países” deverá apresentar redução de 10%, uma perda no resultado de US$ 10,8 milhões. O mercado doméstico também deverá haver uma queda, de acordo com as previsões da JBS, de 15%, um total deUS$ 16,2 milhões.

O segmento “industrializado” deverá ter crescimento. As exportações deverão aumentar 15% (reflexo de US$ 45 milhões ao resultado da empresa) e o mercado doméstico, 10% (US$ 10 milhões).

Na unidade argentina, as exportações para a União Européia deverão apresentar aumento de 20%, um reflexo de US$ 40 milhões no resultado da JBS. Além disso, a companhia espera uma melhoria de US$ 20 milhões nas margens da JBS Austrália.