Em janeiro de 2017, um levantamento realizado pela Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) afirmou que em 2016, foram gerados quase 1 mil postos de trabalho totalmente novos no Estado. Mesmo com o fechamento de 1.974 postos de trabalho em dezembro, a geração de emprego na indústria sul-mato-grossense foi positiva na maior parte do ano, o que mostra que o setor continua sendo extremamente promissor. E para quem quer ingressar nele, procurar por Cursos Profissionalizantes pode ser um grande canal de entrada.

Para o consultor em recursos humanos Otávio Alencar Barbosa, é natural que os cursos sejam esse caminho por sua qualidade e direcionamento para o mercado de trabalho. “Cada dia mais as empresas precisam de profissionais qualificados em várias áreas, e isso também acontece na indústria. os profissionais que estão em falta no mercado de trabalho ganham muito mais pelo seu serviço quando possuem uma profissionalização técnica”, indica.

E você não precisa ficar preso a nenhuma ideia de curso pré-estabelecida, já que a área da indústria está em constante aquecimento. “Além disso, a área da indústria pode ter momentos onde está em baixa, mas jamais será algo infrutífero. Você pode inclusive procurar mais de um curso para ter em seu currículo e conseguir uma boa colocação”, analisa o especialista.

O Senai está com uma série de cursos abertos para quem deseja buscar ingressar nessa indústria, alguns voltados para indústria têxtil, eletroeletrônica, automotiva, entre outros. Cursos de gestão também são amplamente abertos para o público. “Os cursos também podem ajudar na sua organização, planejamento e dinamismo. São vários aprendizados para uma indústria igualmente dinâmica”, afirma.