O Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) divulgou agora há pouco que o setor pecuário voltou a ser marcado pela baixa oferta de animais para abate nos primeiros dias de 2008, o que resultou na elevação das cotações da arroba.

Entre 2 e 9 de janeiro, o Indicador ESALQ/BM&F do boi (São Paulo à vista) subiu 3,67%, fechando a R$ 74,37 n quarta-feira (dia 9). Frigoríficos do estado de São Paulo chegaram a negociar lotes por mais de R$ 77,00/arroba, a prazo e para descontar os 2,3% do CESSR. De modo geral, as escalas de abate têm ficado em torno de quatro dias, informa relatório de hoje do Cepea.