Entre os principais produtos vendidos estão a soja; carnes de frango e suína e o milho.

Fechado o levantamento anual sobre a balança comercial de Mato Grosso do Sul, feito pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior foi confirmado que o município de Dourados foi o maior exportador do Estado em 2007.

No período de janeiro a dezembro, empresas, cooperativas e agroindústrias exportaram US$ 189 milhões, correspondendo a 21% de tudo o que foi comercializado para o exterior. No mesmo período de 2006, Dourados havia vendido lá fora em torno US$ 101 milhões.

Outro dado importante é que Dourados conseguiu um superávit comercial bastante elevado – de US$ 164 milhões, porque importou somente US$ 25 milhões em 2007.

Os principais produtos vendidos para quatro continentes estão a soja em grão, óleo bruto e farelo; carnes de frango, suína e subprodutos; e o milho. No total, 31 países importaram mercadorias de Dourados.

Quase metade das exportações são de soja e derivados produzidos pela unidade da Bunge, no Distrito Industrial(DID); as carnes de ave e suína representaram perto de 40% das vendas feitas pela Avipal, que também funciona no DID e a Cargill (ex-Seara) localizada às margens da BR-163.

Segundo o diretor da GD Corretora de Grãos, Amarildo Palma, a exportação de milho, em sua maioria, é feita pelo Porto de Paranaguá (PR), a 900 quilômetros de distância, enquanto que da soja e subprodutos pelo Porto de Santos (SP), a 1.100 km de Dourados; uma pequena parte sai do Brasil por São Francisco do Sul (SC). Quanto às carnes, elas são embarcadas tanto no porto paranaense como no paulista.