Suíno vivo
Os preços do suíno vivo e da carne seguiram em queda nos últimos dias em todas as regiões consultadas pelo Cepea. No interior do estado de São Paulo, por exemplo, a desvalorização do quilo do animal vivo foi de 13,8% entre 2 e 17 de janeiro, sendo negociado a R$ 2,64 nessa quinta-feira (17-01). Nesse período do ano, há uma típica retração do consumo, influenciada pelo calor. Para a carne, os preços da carcaça comum suína caíram 12,4% na parcial do mês, no atacado da Grande São Paulo, com média de R$ 3,87/kg na quinta. As baixas foram reforçadas pela entrada de carcaças de outros estados, como Paraná e Mato Grosso. Os demais cortes também apresentam recuos de preços, dados o menor consumo e o volume estocado. (Agrolink)

GO R$2,85
MG R$2,85
SP R$2,88
RS R$2,35
SC R$2,40
PR R$2,35
MS R$2,40
MT R$2,25

Frango vivo
O frango que está sendo processado nesta segunda-feira nos abatedouros paulistas foi comercializado, no sábado, por R$1,55/kg, valor cinco centavos inferior ao que vigorou no interior de São Paulo entre os dias 4 e 18 de janeiro. Como essa foi a terceira queda no mesmo valor até aqui observada, a atual cotação do frango vivo se encontra 9% abaixo do preço de abertura do ano.
Por ora, os preços do frango vivo se encontram 19% acima daqueles vigentes há um ano, nesta mesma data. Mas, como aponta o gráfico abaixo, essa diferença pode se tornar nula se o preço ora praticado for mantido até o próximo dia 31 visto que, em 2007, janeiro foi encerrado com a cotação de R$1,55/kg. (AviSite)

SP R$1,55
CE R$2,35
MG R$1,70
GO R$1,55
MS R$1,50
PR R$1,75
SC R$1,60
RS R$1,65

Ovos
No mercado de ovos, os descartes e as promoções ocorridas na rede de varejo parecem ter dado resultado, pois além da falta de ovos tipo jumbo / extra, os ovos pequenos também estiveram em falta no final de semana. Neste início de semana, os preços permanecem sem alterações. O mercado espera novos reajustes após o dia 25 de janeiro. Cif São Paulo jumbo R$42,70, extra R$39,70, grande R$38,70, médio R$35,70 e pequeno R$24,70.(Ovo Online)

Ovos brancos
SP R$39,70
RJ R$40,00
MG R$40,00
Ovos vermelhos
MG R$42,00
RJ R$42,00
SP R$41,70

Boi gordo
Nesta sexta-feira, o indicador Esalq/BM&F boi gordo à vista foi cotado a R$ 75,43/@, alta de R$ 0,04, na semana a alta foi de 0,84%. Já o indicador a prazo, teve valorização de R$ 0,01, sendo cotado a R$ 76,22/@. Na BM&F, todos os vencimentos fecharam em alta. Na seção de sexta-feira, janeiro/08 teve variação positiva de R$ 0,08, fechando a R$ 74,24/@, com 1.815 contratos negociados e 4.714 contratos em aberto. Os contratos que vencem em fevereiro/08 fecharam a R$ 71,70/@, alta de R$ 0,19. Maio/08 teve valorização de R$ 0,25, fechando a R$ 67,69/@. No mercado físico, a oferta de animais terminados ainda é reduzida nas principais regiões pecuárias do país, dando sustentação aos preços da arroba na maioria das praças. Mas, em algumas regiões, um volume maior de animais terminados a pasto começa a ser ofertado aos frigoríficos, dando espaço para uma pressão baixista. De acordo com as cotações do BeefPoint, foram registrados recuos em praças do MT, PA e BA. No atacado, o aumento da oferta de carne somado à redução no consumo, típica do meio do mês, tem enfraquecido os preços. Foi registrado recuo de R$ 0,10 nas cotações do traseiro (R$ 5,50), enquanto o dianteiro (R$ 3,40) e a ponta de agulha (R$ 2,90) permaneceram com preços estáveis. O equivalente físico foi calculado em R$ 65,15/@. Com a redução de 1,09% no valor do equivalente, o spread (diferença) entre indicador de boi gordo e equivalente físico subiu para R$ 10,29/@. Na reposição, o indicador Esalq/BM&F bezerro à vista foi cotado a R$ 495,54/cabeça, alta de R$ 0,69. Ficando a relação de troca em 1:2,51. (BeefPoint)

Triangulo MG R$71,50
Goiânia GO R$73,00
Dourados MS R$70,00
C. Grande MS R$69,00
Três Lagoas MS R$71,00
Cuiabá MT R$70,00
Marabá PA R$60,00
Belo Horiz. MG R$54,00

Soja
O mercado futuro de soja fecha a semana (11 a 18) com resultados mistos na Bolsa de Chicago (CBOT), conforme aponta o Rural Business. A posição mar/08, a de maior liquidez no momento, vale agora US$ 1.264,00 cents/bushel (US$ 27,87 a saca), acumulando baixa de 34,75 pontos (2,68%) nos últimos 7 dias. O vencimento mai/08 encerrou o pregão negociado a US$ 1.283,25 cents/bushel (US$ 28,29 a saca), acumulando saldo negativo de 33,75 pontos (2,56%), já que na última sexta-feira valia US$ 1.317,00 cents/bushel (US$ 29,03 por saca). O contrato jul/08 fechou a sessão negociado a US$ 1.297,50 cents/bushel (US$ 28,60 a saca), contabilizando desvalorização de 33,25 pontos (2,50%) no mesmo período.

Já os contratos futuros do farelo de soja acumulam resultados mistos na semana (11 a 18) na Bolsa de Chicago (CBOT), de acordo com o Rural Business. O vencimento mar/08, o de maior liquidez no momento, finalizou o pregão negociado a US$ 339,30/ton, resultado US$ 19,30/ton (5,38%) abaixo do anotado na última sexta-feira. O contrato mai/08 terminou o dia valendo US$ 346,00/ton, acumulando baixa de US$ 17,80/ton (4,89%) nos últimos 7 dias. A posição jul/08 encerrou a sessão cotada a US$ 350,50/ton, contabilizando desvalorização de US$ 17,00/ton (4,63%) na semana, já que na sexta-feira passada valia US$ 367,50/ton. (Rural Business)

Físico – saca 60Kg – livre ao produtor
R. Grande do Sul (média estadual) R$46,00
Goiás – GO (média estadual) R$44,00
Mato Grosso (média estadual) R$41,00
Paraná (média estadual) R$47,50
São Paulo (média estadual) R$46,00
Santa Catarina (média estadual) R$45,00
M. Grosso do Sul (média estadual) R$43,00
Minas Gerais (média estadual) R$43,50

Milho
O mercado futuro do milho termina a semana (11 a 18) acumulando ganhos na Bolsa de Chicago (CBOT), pressionando negativamente apenas o mais longo prazo, informa o Rural Business. O contrato mar/08, o de maior liquidez no momento, fechou os trabalhos cotado a US$ 498,25 cents/bushel (US$ 11,77 a saca), contabilizando saldo positivo de 3,25 pontos (0,66%) na semana, já que na sexta-feira passada valia US$ 495,00 cents/bushel, ou US$ 11,69 por saca. A posição mai/08 finalizou o pregão valendo US$ 510,50 cents/bushel (US$ 12,06 a saca), resultado 4,25 pontos (0,84%) acima do registrado na última sexta-feira. O vencimento jul/08 terminou o dia negociado a US$ 519,50 cents/bushel (US$ 12,279 a saca), acumulando alta de 3,50 pontos (0,68%) nos últimos sete dias. (Rural Business)

Físico – saca 60Kg – livre ao produtor
Goiás (média estadual) R$27,50
Minas Gerais (média estadual) R$27,50
Mato Grosso (média estadual) R$25,50
M. Grosso Sul (média estadual) R$25,00
Paraná (média estadual) R$27,00
São Paulo (média estadual) R$31,00
Rio G. do Sul (média estadual) R$26,50
Santa Catarina (média estadual) R$29,00