Os preços futuros do algodão fecharam nessa quinta-feira (24-01) em alta, impulsionados por compras de fundos e especuladores, revertendo as perdas anteriores provocadas pela expectativa de recessão nos Estados Unidos. Na bolsa de Nova York, os contratos para maio encerraram a 70,15 centavos de dólar por libra-peso, com alta de 154 pontos. Analistas ouvidos pela agência Bloomberg afirmaram que a alta reflete o movimento de recuperação geral de commodities no mercado. Os fundamentos para a fibra continuam altistas, uma vez que a área plantada de algodão nos Estados Unidos deverá perder espaço para milho. No ano passado, a área para pluma recuou 29% nos EUA. No mercado paulista, o algodão encerrou a R$ 1,415 a libra-peso, segundo o Cepea/Esalq.