Vivemos um momento de crise, não dá para negar. Diversos setores da economia já sentiram a recessão e estão precisando se reinventar para permanecer no mercado. E acredite, isso está acontecendo em muitos setores mesmo.

A lógica é sempre assim: quando a coisa aperta, o essencial fica (comida, água, luz), algumas coisas dá pra segurar ou investir menos (roupas, calçados), outras, dá para substituir (plano de saúde pelo SUS, escolas particulares por públicas) e há ainda aquelas coisas que são totalmente deixadas de lado (presentes, lazer e viagens).

turismo rural

Este último setor anda sentindo bastante os efeitos da crise. Com a alta do dólar, muita gente que ia viajar para o exterior anda adiando os planos e optando para viagens dentro do país, o que acaba sendo uma coisa boa para os empresários locais.

O problema é que, a grande maioria da população que sempre viajava para dentro do país, estão cancelando suas viagens. É aí que as empresas do setor precisam pensar em novas estratégias para atrair e se diferenciar.

Um dos setores que está sentindo bastante é o turismo rural que está precisando se reinventar.

A verdade é que temos um Brasil imenso, com muitas oportunidades de viagem e lazer, o que precisamos é mostrar para o público que ele pode sim, investir em pequenos passeios e estadias mais curtas para relaxar.

Agregar serviços é outra forma de atrair visitantes. Por exemplo, um dia na fazenda, inclui atividades ao ar livre guiada para as crianças. Ou uma trilha ou alguns vouchers de boiacross. Ou ainda, o transporte compartilhado incluso.

As possibilidades são muitas, e na dúvida de como fazer, escute seu clientes, busque inspirações fora do país, faça testes e não deixe de investir em publicidade.

Em momentos de crise é hora de reduzir um pouco o lucro, mas continuar com uma frequência de vendas, continuar atraindo clientes.

Pesquisar novos públicos e entender as novas necessidades que surgem nesses momentos de crise, inovação é a chave para segurar as pontas e passar por cima.