Começou nesta terça-feira (15-01), em Uruguaiana RS), a vacinação contra a febre aftosa nos animais (bovinos e bubalinos) localizados nas zonas de fronteira com a Argentina. Nessa segunda-feira, os técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, com apoio da prefeitura, concluíram a aplicação das doses nas áreas de risco na periferia da cidade. A imunização nesses locais é realizada com vacina subsidiada e agulha oficial.

Em 2007, 1.311 animais de 75 produtores foram vacinados nas zonas de risco de Uruguaiana. Segundo a supervisora regional do Departamento de Produção Animal (DPA), da Secretaria da Agricultura, Ana Helena Bechstedt, o maior porto seco do Brasil está em Uruguaiana, por isso a importância de um acompanhamento intensivo no município, que conta com uma população bovídea total estimada em 320 mil animais, pelo levantamento realizado em 2007.

Produtores que não se enquadram nos critérios para recebimento das vacinas gratuitas devem retirar as autorizações para compra de vacina nas Inspetorias Veterinárias e Zootécnicas (IVZs) da região o mais breve possível, já que o término da vacinação está marcado para 31 de janeiro. As informações são da assessoria de imprensa do governo do Estado do Rio Grande do Sul.