Num país apaixonado pela carne de vaca, criadores de búfalos enfrentam uma grande barreira cultural. Não é qualquer família brasileira que escolhe comprar um corte do desconhecido búfalo em detrimento da familiar carne bovina.

A carne bubalina tem um fator menor de marmorização se comparada à bovina, o que afeta em sabor diferenciado. Acontece que por essas e outras a carne de búfalo é mais saudável. Tem níveis 55% menores de calorias, 40% menos colesterol e 11% mais proteínas. É uma carne muito mais magra de forma geral.

O búfalo também é um animal muito mais resistente e, por isso, sua concentração no Nordeste onde as condições são mais extremas é superior ao resto do país. Tais características do animal estão sendo trabalhadas em planejamentos de marketing por produtores e associações Brasil afora com o objetivo de facilitar o caminho do campo para a mesa do consumidor brasileiro.