Acordo recém-assinado pela ONG WSPA com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabelece programa de instalação do chamado abate humanitário em rebanhos para consumo.

O acordo prevê o treinamento de médicos veterinários que atuam na área de fiscalização dos frigoríficos para promover abate de animais em frigoríficos com maior controle contra sofrimento e mal estar dos animais.

A WSPA está elaborando todo o material didático (DVD e notas técnicas) adaptado à realidade brasileira do treinamento, que será ministrado por profissionais habilitados e acontecerá em diversas regiões do Brasil.

Ele irá permitir um melhor entendimento da questão do bem-estar dos animais e a implementação dos dispositivos legais da legislação brasileira que incorporam as boas práticas, incluindo padrões internacionais, as diretrizes da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) e da União Européia. O projeto-piloto terá início em 2008, no Estado de Santa Catarina, abrangendo posteriormente o Rio Grande do Sul, o Paraná e São Paulo.

No abate humanitário, o animal tem perda imediata de consciência antes de sentir dor. Além disso, inclui medidas desde transporte até descarregamento dos animais nos frigoríficos.