O público que circula pelo Parque de Exposições Laucídio Coelho durante Expogrande 2007 encontra animais de todos os tipos: são eqüinos, bovinos, ovinos, mas o que chama mesmo a atenção são as “galinhas gigantes” vindas diretamente de Belém/PA para a feira. São mais de 40 raças de galinhas de pura origem que chegam a pesar 6 kg e produzir mais de 250 ovos.

O representante comercial e responsável pelo estande, Douglas Eduardo Melo, participa da feira pelo quarto ano consecutivo e garante: “A feira é lucrativa e está atendendo todas as nossas expectativas, chegamos a faturar cerca de R$ 6 mil”, comenta o criador.

Ao todo 12 casais de aves americanas, inglesas, asiáticas e mediterrâneas estão a venda a um custo de R$ 250,00 por casal. Tem também pintinhos e ovos férteis, a opção é do cliente. Mas se você não imagina que tipo de público adquire esses animais Douglas Explica: “Normalmente vendemos para pequenos criadores que fazem melhoramento genético, mas o forte das vendas é para os criadores colecionadores de aves de raça pura. Hoje as pessoas dos grandes centros urbanos, têm uma necessidade cada vez maior de se aproximar do campo e da natureza, muitas vezes como hobby em suas horas vagas”, explica.

CRIAÇÃO DOMÉSTICA

A partir dos anos 50, com advento da avicultura industrial, muitas raças, devido a interesses econômicos cederam lugar para as linhagens comerciais de grande desempenho. Várias raças com características peculiares tornaram-se raras, algumas até extintas, sensibilizando grupos de criadores amadores e colecionadores que passaram a constituir os clubes especializados com o intuito de regenerar, preservar e promover estas raridades. Na Europa, onde a avicultura amadora é uma tradição, alguns destes clubes existem há mais de um século.

São vários os motivos que levam estes criadores amadores a se dedicarem às aves de raça pura, entre eles, a enorme variedade de cores, formas e tamanhos, a beleza estética, o espírito de competição vendo suas aves participarem de campeonatos e concursos, o convívio com os animais e seus criadores como forma de descontração e lazer, o conhecimento do funcionamento das leis biológicas das aves como a incubação dos ovos, a transmissão hereditária das características da raça, a criação dos pintinhos até a sua fase adulta e a seleção dos melhores exemplares.

A Fazenda Avenorte, responsável pelos animais expostos durante a Expogrande, começou todo esse trabalho em 1986, quando teve o primeiro contato com algumas raças de “galinhas gigantes”. A partir daí, deu-se início a aquisição de exemplares de criadores em todo o Brasil, procurando sempre melhorar a qualidade das aves.

Em 1996 foi feita a primeira importação dos melhores criadores da França. Hoje a Fazenda Avenorte possui o maior plantel de galinhas de raças puras do Brasil. A granja efetua todas as etapas de produção como: incubação, vacinação, recria, etc., e dispõe de funcionários especialmente treinados para o manejo, orientados por médico veterinário.

OS interessados podem obter mais informações pelo telefone (91) 9982-4922 ou (91) 3246-8231 e ainda pelo site www.fazendavenorte.com.br.