O movimento de alta nos preços da arroba do boi gordo observado neste mês destoa significativamente do comportamento registrado em janeiro de anos anteriores. Até o dia 23, o Indicador ESALQ/BM&F (SP, à vista, CDI) acumulou valorização de 5,1%, fechando nessa terça (23/01) a R$ 75,43. Nos anos em que os preços subiram neste mesmo período, as elevações eram bem menores que a atual.

Em 2007, por exemplo, o aumento foi de 1,9% nos primeiros 23 dias de janeiro. Naquele período, contudo, o que ocorria era uma recuperação das quedas observadas em dezembro de 2006. Entre 2001 e 2006, as cotações recuaram, em média, 3,15% nos primeiros 23 dias de janeiro. Em 2000, houve valorização, mas de apenas 2,18% e em 1999, de 3,78%. Em 1998 houve baixa de 3,65% no mesmo período. Ou seja, a valorização da arroba registrada em janeiro de 2008 é a maior já vista pelo Cepea para o período.