Nos dias 17 e 18 de janeiro acontece o 10º Encontro Tecnológico Semen Barra, na rodovia BR 376 (Dourados – Fátima do Sul), km 9. O Dia de Campo é realizado pela Embrapa Agropecuária Oeste e Embrapa Escritório de Negócios de Dourados, Fundação Vegetal e Semen Barra.

Durante esses dois dias, produtores, extensionistas, pesquisadores e estudantes terão a oportunidade de conhecer as tecnologias para a cultura da soja e milho nesta safra, demonstradas por técnicos de cada área específica.

As cultivares de soja e época de plantio serão apresentadas pelos especialistas Carlos Lásaro, Euclides Maranho e Huberto Paschoalik da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e Sandra Maria da Silva e Martin Weismann da Coodetec. Já as de milho, por Leonildo Pretti Junior (Agromen), Rafael Carmona e Geraldo Almeida (Agroceres). A nutrição e proteção de plantas também terão estações próprias no encontro.

Além disso, três palestras integram a programação desta 10ª edição. A começar pelo manejo de doenças em milho safrinha, com o professor da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ/USP), Antonio Luiz Fancelli. Para o engenheiro agrônomo da Esalq, “a cultura de milho no Brasil vem experimentando profundas modificações, principalmente no que se refere às estratégias de manejo e ao emprego de diferentes sistemas de produção objetivando maior eficiência e maior rentabilidade”. Ele dará recomendações básicas para que essa cultura atinja os resultados esperados pelos agricultores.

A seguir, Marcelo Miguel, gerente técnico da Monsanto, abordará o manejo de plantas daninhas em soja. Miguel relatará os benefícios da introdução da soja RR para os sojicultores brasileiros “por permitir que a aplicação do herbicida Roundup Ready ® seja realizada na pós-emergência da soja e das plantas daninhas, controlando com eficiência as gramíneas e as folhas largas”.

O ciclo de palestras encerra-se com o técnico da Embrapa Agropecuária Oeste, especialista em doenças da soja, Alexandre Roese. Responsável por atender as demandas da Empresa em Dourados referentes à doença, Alexandre explicará a “importância do monitoramento constante das lavouras e de os produtores e técnicos estarem informados a respeito do assunto e conhecerem a doença para poderem adotar medidas adequadas de controle no momento certo”.

O evento tem início às 7h30 e maiores informações os interessados podem obter através do telefone (67) 3489-1248.